Vitrine

O que é o PIB ?

O que é o PIB ?




Sim, é possível resumir a situação econômica de um país em um único número.


O PIB, Produto Interno Bruto, é um dos principais indicadores de uma economia. Revela o valor adicionado à economia em um determinado período. O PIB pode ser calculado pela ótica da oferta e pela ótica da demanda. Os métodos devem apresentar o mesmo resultado.

PIB representa a soma, em valores monetários, de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um determinado período. O jeito de calcular o PIB é resultado de regras acordadas entre países em fóruns internacionais. Isso é importante para que seja possível ter uma base de comparação do desempenho da economia mundial.



PIB é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia, e tem o objetivo principal de mensurar a atividade econômica de uma região. Na contagem do PIB, considera-se apenas bens e serviços finais, excluindo da conta todos os bens de consumo intermediários.

Para analisar o comportamento do PIB de um país é preciso diferenciar o PIB Nominal do PIB Real.


PIB Nominal calcula a preços correntes, ou seja, no ano em que o produto foi produzido e comercializado, e PIB Real é calculado a preços constantes, onde é escolhido um ano-base para eliminar o efeito da inflação, e o PIB Real é o mais indicado para as análises. 

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE O PIB REAL E O NOMINAL?

PIB Nominal é calculado a preços correntes, ou seja, considera os preços registrados no período em que o produto foi produzido e comercializado. Já no cálculo do PIB Real são excluídos os efeitos da inflação.


Além dessa diferença, periodicamente o IBGE faz revisões dos dados publicados nos trimestres anteriores. Isso é necessário pois, muitas vezes, as pesquisas que são fonte de informação para o IBGE sofrem ajustes ou são completadas depois do prazo original.

ÓTICAS

O PIB pode ser calculado a partir de três óticas:


Ótica da Despesa
Na Ótica da Despesa, o valor do PIB é calculado a partir das despesas efetuadas pelos diversos agentes econômicos em bens e serviços para utilização final, e corresponderá à despesa interna, que inclui a despesa das famílias e do Estado em bens de consumo e a despesa das empresas em investimentos.

Ótica da Oferta
Na Ótica da Oferta, o valor do PIB é calculado a partir do valor gerado em cada uma das empresas que operam na economia.

Ótica do Rendimento
Já na Ótica do Rendimento, o valor do PIB é calculado a partir dos rendimentos de fatores produtivos distribuídos pelas empresas, ou seja, a soma dos rendimentos do fator trabalho com os rendimentos de outros fatores produtivos.

No fim das contas, as óticas representam formas distintas de olhar para o desempenho da economia e, assim, o governo, os investidores, os empresários e os trabalhadores têm mais informações para saber como a economia do País está andando, qual setor está mais desenvolvido, qual precisa de mais investimento.

Desde o último trimestre de 2014, o IBGE passou a aplicar diretrizes da ONU que alteraram parcialmente os cálculos para o PIB. Investimentos em pesquisa e desenvolvimento, prospecção e avaliação de recursos minerais (mesmo que não sejam encontradas, por exemplo, jazidas de minério ou petróleo) e aquisição de softwares passaram a ser contabilizados no PIB. Antes, eram encarados como despesas intermediárias e descontadas do cálculo. Pela nova metodologia, os gastos governamentais com a compra de equipamentos militares também passam a ser considerados como investimento.



PIB do Brasil

De acordo com dados do PPC (Paridade do Poder de Compra), em 2014 o PIB do Brasil estava estimado em US$ 3,072 trilhões, posicionando-se em 7º lugar no ranking de países com maior PIB.

Neste mesmo ano, a média do PIB per capita do brasileiro ficou em US$ 15.153, conquistando o 63º lugar na lista de países com maior PIB per capita.



PARA QUÊ SERVE O PIB?

Os economistas costumam dizer que o PIB é um bom indicador de crescimento, mas não de desenvolvimento, pois seu cálculo não considera informações sobre distribuição de renda, investimento em educação, qualidade de vida, escolaridade, etc.

Para pensar a distribuição de renda de um país, o PIB Per Capita é calculado a partir da divisão do PIB pelo número de habitantes da região. Ele indica quanto cada habitante produziu em determinado período. Esse dado, no entanto, não dá informações sobre desigualdade, já que é uma média.

A metodologia do cálculo do PIB vem sendo aperfeiçoada mundialmente desde a década de 1950, quando as Nações Unidas publicaram a 1ª Versão do Manual de Contas Nacionais.


Em muitos países, o normal é falar em comparação trimestral, ou seja, o desempenho da economia de um país na comparação de um trimestre com os três meses anteriores ou com o mesmo trimestre do ano anterior. Outras nações, como os Estados Unidos, calculam o PIB anualizado. Isso significa que os economistas pegam o dado do trimestre e fazem cálculos para que ele demonstre o quanto o resultado trimestral representaria se dissesse respeito a um ano. No Brasil, os dados do PIB são usados como base para o atual cálculo de reajuste anual do salário mínimo. Pelo mundo, este indicador é referência para o direcionamento de investimentos, definição de orçamento do governo, indicador para agências de rating, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Mundial.


Please connect with me - I'm always happy to befriend.
(Caso queira conectar-se comigo, estou sempre feliz em ajudar.)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...